❝sinto como se eu fosse um copo que estivesse transbordando com um monte de nada.❞

Sean Wilhelm (via estopins)
360 notes · reblog
via source
363 notes · reblog
via source

❝é
necessário
muito
desespero
descontentamento
e desilusão
para
escrever
sobre
alguns
bons
poemas.❞

Charles Bukowski.  (via sonetario)
731 notes · reblog
via source

❝Somos lidos por todos
Interpretados de maneiras distintas
Verdadeiros textos ambulantes.
Quem irá nos entender?❞

Clara Brandão (via teleportear)
2192 notes · reblog
via

❝Aí você gasta um de seus preciosos sins e deixa pra depois mais um daqueles seus adeus, que, aliás, tem de sobra na sua bolsa de pano, sempre à mão, para casos de emergência. E eu me pergunto: você vai ficar porque está chovendo, ou está chovendo porque você vai ficar? Tanto faz. Se eu bem te conheço, basta me despedir usando a tática do me-liga-qualquer-coisa. Foi assim, desse jeito, que até hoje nenhum dos seus adeus durou para sempre.❞

Gabito Nunes.    (via estopins)
4223 notes · reblog
via source
Rotina

Estava tão exausta que decidi mudar
Não durou muito, impossível negar
A rotina antiga me mandou um oi
E por fim toda a mudança se foi


47 notes · reblog
via source
Quase ninguém é de verdade hoje em dia

Vai de cabelos falsos
A almas de mentira


854 notes · reblog
via source

❝Com rima
ou sem rima
poesia é obra-prima❞

Amor com Vinho.  (via sonetario)
700 notes · reblog
via source

❝Um coração partido é a melhor forma de se construir um poeta.❞

Poetas Anônimos do século XXI. (via regojizo)
1707 notes · reblog
via source

❝Aos 17 anos todo mundo é poeta, junto com as espinhas da cara, todo mundo faz poesia. Homem, mulher, todo mundo têm seu caderninho lá dentro da gaveta, e têm os seus versinhos que depois ele joga fora ou guarda como mera curiosidade. Ser poeta aos 17 anos é fácil, eu quero ver alguém continuar acreditando em poesia aos 22 anos, aos 25 anos, aos 28 anos, aos 32 anos, aos 35 anos, aos 40 anos, eu estou com 41, aos 45 anos, aos 50, aos 60 anos, até você encontrar um poeta, por exemplo, como Drummond ou como o admirável Mário Quintana que são poetas que estão fazendo poesia há mais de 60 anos e há mais de 60 anos que a poesia é o assunto deles. Então eu acho que 90%, mais! 99% dos poetas que estão fazendo poesia hoje, daqui a dez anos eles vão estar fazendo outra coisa, porque vem a vida, vem os filhos, vem preocupações com dinheiro, vem as ambições do consumo, vem a necessidade de comprar isso, comprar aquilo, de adquirir uma casa na praia e tal, e tudo começa a se tornar mais importante do que a poesia. A poesia é uma espécie de heroísmo, você continuar ao longo dos anos acreditando nessa coisa inútil que é a pura beleza da linguagem, que é a poesia, é um heroísmo, é uma modalidade quase, às vezes eu gostaria de acreditar, de santidade. É uma espécie de santidade da linguagem. Porque a poesia não vai te fazer rico de jeito nenhum, é muito mais fácil você abrir uma banquinha e vender banana do que fazer poesia.❞

Paulo Leminski.   (via sonetario)
11395 notes · reblog
via source